ESQUENTA!

ESQUENTA.

Não é de hoje que comento que o Esquenta!, programa de auditório apresentado por Regina Casé na grade dominical da TV Globo é um dos melhores programas da TV brasileira. Desde sua estreia em 2011, até sua terceira temporada que começou em dezembro de 2012, o programa revolucionou, inovou e caiu no gosto popular.

esquenta_04Regina é carismática no vídeo, possui apelo popular e sabe se comunicar como ninguém, mesmo quando apresenta seu bairrismo  pelo Rio de Janeiro, ou aquele amor à Bahia de dar inveja a qualquer outro estado brasileiro. É sua marca. É sua personalidade. Ame-a ou deixa-a!

Quando digo que o Esquenta! revolucionou, não estou falando da bandeira da inclusão levantada por Regina nas várias edições do programa, tampouco pela insistência dos ritmos musicais levados ao ar: samba, pagode e funk. Revolucionou por trazer um auditório mais vivo, mais cheio de cores. Uma interação, guardada as devidas proporções, ao que o “Velho Guerreiro Chacrinha” fazia em seu programa. “Tudo junto e misturado”

esquenta_03Quem assiste aos domingos as 1h15/1h35 de duração do programa, intercalados entre comerciais e conteúdo, não imagina que existe cerca de 6/8 horas de gravação. A edição que nas suas primeiras temporadas era, na opinião deste blogueiro, o ponto que precisava melhorar no programa, já se encontra mais afinada, cometendo menos erros, se tornando mais suave e evitando àquela passagem brusca de um assunto para o outro.

É o pobre, o rico, o negro, o branco, a periguete, a travesti, o gay, a gordinha, a magrinha, a patricinha da Zona Sul, o intelectual, o sertanejo, o surfista, enfim, todo mundo tem espaço no “Esquenta!”. É a festa que não possui um dono, um estilo definido e que os convidados são os mais variados, que todo mundo se entende, se diverte e sai querendo mais. É uma bagunça organizada, com roteiro pré-definido e muito improviso. O inusitado e o não programado caminham harmonicamente com o roteiro. Viva as longas horas de gravação, o roteiro e a edição, mas principalmente viva a apresentadora e seu convidados fenomenais.

ESQUENTA2.

Esquenta! Também não faz assistencialismo, não promete uma revolução, mas já a faz integrando e divertindo. “O que a gente prega é a tolerância”, disse Regina na estreia da terceira temporada. Essa tolerância, essa união transforma o Esquenta! no melhor programa de domingo e que a cada temporada conquista mais fãs e mais espaço dentro da grade de programação da Globo.

Como o programa não é feito somente da apresentadora, conheça toda galera que trabalha, que curte e que faz o programa acontecer. O Esquenta! é a prova que experimentação e ousadia podem dar certo. Interessante ver isso na líder de audiência, enquanto as concorrência acaba por repetir “mais do mesmo”.

Fernando Dibb

Anúncios
Esse post foi publicado em Critica TV, Televisando e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s